Html code here! Replace this with any non empty raw html code and that's it.
Home Notícias Funcionários do hospital de Santa Maria, no DF, são investigados por desviar...

Funcionários do hospital de Santa Maria, no DF, são investigados por desviar e revender luvas

Prejuízo estimado é de pelo menos R$ 100 mil. Suspeitos tiveram celulares apreendidos, mas não foram presos; Iges-DF diz que recebeu denúncia anônima e acionou polícia.

- Advertisement -

A Polícia Civil do Distrito Federal identificou, nesta sexta-feira (23), dois funcionários do Hospital Regional de Santa Maria (HRSM) suspeitos de desviar e revender luvas. O prejuízo à unidade de saúde, segundo os agentes, chega a pelo menos R$ 100 mil.

Servidor do DF recebeu quase R$ 100 mil em salários após abandonar cargo; Ministério Público pede devolução
Em quatro anos, GDF pagou R$ 3,9 milhões a servidores e pensionistas mortos, aponta auditoria
O delegado à frente do caso, Paulo Galindo, da 33ª Delegacia de Polícia (Santa Maria), explica que pelo menos três pessoas são suspeitas de participar do esquema, porém, apenas duas foram identificadas.

O Instituto de Gestão Estratégica de Saúde do DF, à frente da administração do hospital, informou que recebeu denúncia anônima e acionou a polícia (veja mais abaixo).

Galindo reforça que as investigações tiveram início após a direção do hospital desconfiar do crime e acionar a polícia. Segundo o delegado, os lotes dos insumos constavam como recebidos, porém, não estavam nos armários.

Durante a ação da polícia, os investigadores apreenderam os celulares dos suspeitos, caixas de luvas e outros materiais objetivos com o lucro da revenda.

“Se trata de possível crime de peculato e associação criminosa, por envolver pelo menos três pessoas. As investigações continuam para identificarmos mais envolvidos”, explicou o delegado.

Denúncia anônima


Hospital Regional de Santa Maria, no Distrito Federal, em imagem de arquivo — Foto: Toninho Tavares/Agência Brasília
Hospital Regional de Santa Maria, no Distrito Federal, em imagem de arquivo — Foto: Toninho Tavares/Agência Brasília

Hospital Regional de Santa Maria, no Distrito Federal, em imagem de arquivo — Foto: Toninho Tavares/Agência Brasília

O Iges é responsável pela gestão dos hospitais de Santa Maria, de Base e das Unidades de Pronto Atendimento (UPA) da capital. De acordo com a entidade, após uma denúncia anônima, técnicos da entidade constataram as divergências de estoque no sistema.

“Agora, a denúncia segue em investigação, sendo que o Iges está fornecendo todas as informações solicitadas”, informou.
O Iges-DF disse que, em caso de comprovação do desvio, “adotará todas as providências cabíveis, que podem resultar em demissão”.

“Reforçamos que o instituto possui controle rigoroso de distribuição de material e, se forem identificados outros casos comprovados, as devidas providências serão adotadas”, detalhou a nota.

- Advertisement -
SourceG1
- Advertisement -

Stay Connected

16,985FansLike
2,458FollowersFollow
61,453SubscribersSubscribe

Must Read

- Advertisement -

Related News

- Advertisement -

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here