Html code here! Replace this with any non empty raw html code and that's it.
Home Distrito Federal Motoristas de ônibus paralisam serviço em 6 regiões do DF; greve do...

Motoristas de ônibus paralisam serviço em 6 regiões do DF; greve do Metrô chega ao 3º dia

Rodoviários da Marechal mantiveram 464 ônibus na garagem, nesta quarta-feira (21). Confira funcionamento dos trens e estações durante feriado do aniversário de Brasília.

- Advertisement -

Motoristas de ônibus da empresa Marechal fizeram uma paralisação relâmpago, na manhã desta quarta-feira (21) – feriado de Tiradentes e aniversário de Brasília. A suspensão do serviço de transporte público afeta pelo menos seis regiões do Distrito Federal, quatro delas contempladas com o metrô, que chega ao terceiro dia de greve (confira funcionamento mais abaixo).

Veja regiões afetadas:

Taguatinga
Ceilândia
Águas Claras
Estrutural
Vicente Pires
Guará
De acordo com o Sindicato dos Rodoviários, o adiantamento do salário de abril, que deveria ter sido pago na terça-feira (20), está atrasado. Os quase dois mil funcionários recebem a quantia a cada dia 20. Com o atraso, motoristas e cobradores decidiram cruzar os braços e não tiraram os veículos da garagem.

Greve do Metrô: GDF anuncia reforço em linhas de ônibus durante paralisação
BRT tem novos horários no Distrito Federal
A Marechal informou que o GDF não realizou o repasse de dinheiro para empresa, referente a abril e que a previsão é que os valores sejam pagos na quinta (22). Já os rodoviários afirmam que vão manter a paralisação até que a quantia seja repassado.

Durante todo o dia, os 464 ônibus do transporte público permaneciam nas garagens de Taguatinga e Ceilândia. Ainda segundo o sindicato, motoristas e cobradores foram orientados a ir para casa, já que não previsão para o fim da paralisação.

A Secretaria de Mobilidade informou que “o pagamento de salários e benefícios aos rodoviários da Marechal é de responsabilidade da própria empresa, que dispõe de outros recursos para o cumprimento dessas obrigações”.

A pasta disse que está “acompanhando a situação e determinou às demais operadoras para que reforcem as viagens das linhas que passam pela área operacional da Marechal visando oferecer opção de transporte naquela região”.

“A Semob informa que serão aplicadas as devidas penalidades pelo não cumprimento das tabelas horárias programadas”.
Greve do Metrô
A paralisação dos rodoviários da Marechal ocorre ao mesmo tempo da greve dos metroviários, que, nesta quarta-feira, chega ao terceiro dia. No feriado, as estações abriram às 7h e funcionam até as 19h – devido ao feriado. Durante todo o dia, três trens ficaram em operação.

Servidores do Metrô-DF cruzaram os braços na segunda (19). A categoria protesta contra o corte do auxílio-alimentação, de R$ 1,2 mil. Além disso, os metroviários citam “descumprimentos judiciais, como os descontos ilegais da greve de 2019 que, até hoje, não foram devolvidos”.

Para garantir o funcionamento mínimo do serviço de transporte público durante a pandemia de Covid-19, o Tribunal Regional do Trabalho (TRT-10) determinou que 60% dos trens estejam em circulação nos horários de pico, o que foi mantido pela categoria.

- Advertisement -
SourceG1
- Advertisement -

Stay Connected

16,985FansLike
2,458FollowersFollow
61,453SubscribersSubscribe

Must Read

- Advertisement -

Related News

- Advertisement -

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here