Html code here! Replace this with any non empty raw html code and that's it.
Home Cidades Um repertório de clássicos conectados com o futuro – Agência Brasília

Um repertório de clássicos conectados com o futuro – Agência Brasília

- Advertisement -

imagem29-12-2020-12-12-16

A Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional Claudio Santoro (OSTNCS) fará o encerramento da temporada 2020 com retrospectiva exibida nesta terça-feira (29), às 20h, no seu canal no Youtube. Em tempos de pandemia, o espaço alternativo, criado em agosto, tem sido uma formidável plataforma de conexão e interatividade com o público, mantendo viva a tradição de se ouvir grandes concertos, só que de um jeito diferente. Isso porque, desde março deste ano, as apresentações semanais realizadas pela OSTNCS, no Cine Brasília, foram interrompidas.

“Todos nós artistas sentimos falta do palco e dessa interação com o público, uma relação muito importante, até no aspecto da saúde psicológica. O artista quer interagir com seu público, com os colegas, trocando experiências musicais”, comenta o maestro Claudio Cohen, desde 2011 à frente da Orquestra de Brasília. “Apesar de tudo, a orquestra sempre esteve presente de uma forma diferenciada; entendemos que o modelo futuro é esse, de expansão de trabalho e democratização do acesso à música por meio da via digital”, reflete.

Com duração de aproximadamente 90 minutos, o vídeo irá trazer uma compilação de apresentações das últimas três temporadas dos músicos, com concertos realizados no Santuário Dom Bosco, Tribunal Superior do Trabalho, Iate Clube, Cine Brasília e no Teatro Guaíra, em Curitiba. No repertório, trabalhos de mestres clássicos como Johann Strauss, Sergei Rachmaninov, Wolfgang Amadeus Mozart, além de nomes contemporâneos do gênero, os compositores, John Williams – conhecido por sua parceria com Steven Spielberg – e o italiano Ennio Morricone, falecido em julho deste ano e imortalizado nas trilhas dos filmes de Fellini.

Em destaque, as atuações dos pianistas Álvaro Siviero, João Carlos Martins e Kristina Miller. “Será uma noite bem leve e interessante, uma retrospectiva festival de final de ano, fechando o ciclo das nossas apresentações às terças-feiras”, antecipa o maestro.

Interação afetiva on-line

Mesmo com a interrupção das atividades presenciais, os músicos e o maestro da Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional Claudio Santoro mantiveram uma agenda intensa de atividades on-line. Foram mais de 50 publicações no YouTube, Facebook e Instagram, um total de 36 vídeos inéditos em apresentações coletivas, em dupla e individual feitas em casa, que foram vistos mais de 200 mil vezes nos três canais.

Entre os que acompanharam a atuação dos músicos de Brasília on-line estava o ex-ministro da Justiça, Sérgio Moro, que comentou na sua conta pessoal do Twitter: “De Brasília, em isolamento social ou para aqueles que não podem ficar em casa. Vídeo da Orquestra Sinfônica de Brasília, sob a regência do maestro Claudio Cohen, executando virtualmente Heal the World, um clássico que pede a cura do mundo”, escreveu, referindo-se ao sucesso do cantor Michael Jackson.

E não é tudo. Também foram feitos dez concertos de retrospectiva de trechos de concertos antes da pandemia. Neste mês de dezembro, por exemplo, com grupos reduzidos de artistas, eles gravaram vídeos no Cine Brasília, Ministério Público e embaixada da Argentina.

Um ritmo frenético mantido ao longo de todo o ano, com parcerias realizadas ainda com as embaixadas da Itália, Espanha e gravações para o aniversário de 60 anos de Brasília, os guerreiros profissionais da saúde, uma sonata para o dia 7 de setembro (Proclamação da República) e até uma interação social com o Instituto Reciclando Sons, da Região Administrativa da Estrutural. Aproveitando essa fase inusitada, muitos músicos formaram grupos virtuais e se animaram a produzir dezenas de vídeos para alimentar o canal da orquestra no Youtube.

“Ativamos o canal no Youtube e buscamos trazer todos os concertos que tínhamos gravados em outras temporadas que estavam arquivados, mantendo essa conexão com o público”, conta Cohen. “Nesse período nós produzimos muitos vídeos em sistema de home office, com cada um gravando de sua casa a sua parte e eu fazendo a edição e junção desse material”, detalha o maestro.

Ativamos o canal no Youtube e buscamos trazer todos os concertos que tínhamos gravados em outras temporadas que estavam arquivados, mantendo essa conexão com o públicomaestro Claudio Cohen

Deu certo. Hoje o canal conta com 2.300 inscritos em franco crescimento de adesão e grande número de visualizações semanais. Junto com a audiência virtual, vem o inestimável carinho do público on-line. “Saímos na frente até de outras orquestras nesse projeto virtual, superamos o público do Cine Brasília, com uma média de mais de 1.000 visualizações semanais”, festeja Cohen. “O público sempre que assiste deixa os seus comentários afetivos”, comenta.

encerramento da temporada 2020 Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional Claudio Santoro OSTNCS retrospectiva

Fonte: www.agenciabrasilia.df.gov.br/2020/12/28/um-repertorio-de-classicos-conectados-com-o-futuro

- Advertisement -
- Advertisement -

Stay Connected

16,985FansLike
2,458FollowersFollow
61,453SubscribersSubscribe

Must Read

- Advertisement -

Related News

- Advertisement -