Html code here! Replace this with any non empty raw html code and that's it.
Home Notícias EUA revelam lista de países que violam o direito de liberdade religiosa...

EUA revelam lista de países que violam o direito de liberdade religiosa — Conexão Política

- Advertisement -

Os Estados Unidos incluíram o Irã, a China, a Nigéria, o Paquistão, a Coreia do Norte e a Arábia Saudita em uma lista de 10 países nomeados como “países de preocupação especial” com a liberdade religiosa.

A designação foi emitida sob a Lei de Liberdade Religiosa Internacional de 1998 “por se envolver em ou tolerar violações sistemáticas, contínuas e flagrantes da liberdade religiosa”, disse o Secretário de Estado, Mike Pompeo, em um comunicado à imprensa de 7 de dezembro.

Os Estados Unidos também colocaram a Rússia e três outros países em uma “lista especial de vigilância” para governos que se envolveram ou toleraram “graves violações da liberdade religiosa”.

Os Estados Unidos “mais uma vez agiram para defender aqueles que simplesmente desejam exercer essa liberdade essencial”, disse Pompeo.

“Os EUA são inabaláveis ​​em seu compromisso com a liberdade religiosa”, acrescentou Pompeo no Twitter. “Nenhum país ou entidade deve perseguir impunemente pessoas por causa de suas crenças. Essas designações anuais mostram que, quando a liberdade religiosa for atacada, agiremos”.

Os países listados como “países de preocupação especial” são Birmânia, China, Eritreia, Irã, Nigéria, Coreia do Norte, Paquistão, Arábia Saudita, Tadjiquistão e Turcomenistão.

Os países colocados na lista de observação especial são Comores, Cuba, Nicarágua e Rússia.

Pompeo também disse que a Al-Qaeda, o Estado Islâmico, o Boko Haram e o Talibã estavam entre os vários grupos extremistas militantes designados como “entidades de preocupação especial”.

A declaração também diz que o Uzbequistão e o Sudão foram removidos da lista de “observação especial”, com base no “progresso significativo e concreto” de seus governos no ano passado.

“As reformas corajosas de suas leis e práticas são modelos a serem seguidos por outras nações”, disse Pompeo.

Leia a seguir a declaração completa do  Secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo:

A liberdade religiosa é um direito inalienável e o alicerce sobre o qual as sociedades livres são construídas e florescem. Hoje, os Estados Unidos – uma nação fundada por aqueles que fugiram da perseguição religiosa, como observou o recente relatório da Comissão de Direitos inalienáveis ​​- mais uma vez agiram para defender aqueles que simplesmente desejam exercer essa liberdade essencial.

Os Estados Unidos estão nomeando Mianmar, China, Eritreia, Irã, Nigéria, Coreia do Norte, Paquistão, Arábia Saudita, Tadjiquistão e Turcomenistão como Países de Preocupação Especial nos termos da Lei de Liberdade Religiosa Internacional de 1998, conforme alterada, por envolvimento ou tolerância “violações sistemáticas, contínuas e flagrantes da liberdade religiosa”.

Também estamos colocando Comores, Cuba, Nicarágua e Rússia em uma Lista Especial de Vigilância para governos que se envolveram ou toleraram “violações graves da liberdade religiosa”. Além disso, estamos listando al-Shabaab, al-Qa’ida, Boko Haram, Hayat Tahrir al-Sham, os houthis, Estado Islâmico, EI-Grande Saara, EI-África Ocidental, Jamaat Nasr al-Islam wal Muslimin e o Talibã como Entidades de Preocupação Especial sob a Lei de Liberdade Religiosa Internacional Frank R. Wolf, de 2016.

Não renovamos as designações anteriores de Entidade de Preocupação Particular para a Al Qa’ida na Península Arábica e EI-Khorasan, devido à perda total do território anteriormente controlado por essas organizações terroristas. Embora esses dois grupos não atendam mais aos critérios legais para designação, não descansaremos até que tenhamos eliminado totalmente a ameaça de abusos da liberdade religiosa por qualquer extremista violento e grupos terroristas.

Também há desenvolvimentos positivos para compartilhar. Tenho o prazer de anunciar que o Sudão e o Uzbequistão foram removidos da Lista Especial de Observação com base em progressos significativos e concretos realizados por seus respectivos governos no ano passado. Suas corajosas reformas de suas leis e práticas são modelos a serem seguidos por outras nações.

No entanto, nosso trabalho está longe de ser concluído. Os Estados Unidos continuarão a trabalhar incansavelmente para acabar com os abusos e perseguições por motivos religiosos em todo o mundo e para ajudar a garantir que cada pessoa, em todos os lugares, em todos os momentos, tenha o direito de viver de acordo com os ditames de sua consciência.

Fonte: conexaopolitica.com.br/mundo/eua/eua-revelam-lista-de-paises-que-violam-o-direito-de-liberdade-religiosa/?utm_source=rss&utm_medium=rss&utm_campaign=eua-revelam-lista-de-paises-que-violam-o-direito-de-liberdade-religiosa

- Advertisement -
- Advertisement -

Stay Connected

16,985FansLike
2,458FollowersFollow
61,453SubscribersSubscribe

Must Read

- Advertisement -

Related News

- Advertisement -