Html code here! Replace this with any non empty raw html code and that's it.
Home Notícias Grupo de eleitores democratas tenta registrar filho morto do Secretário de Estado...

Grupo de eleitores democratas tenta registrar filho morto do Secretário de Estado da Geórgia para votação do segundo turno, levando a várias investigações — Conexão Política

- Advertisement -

O secretário de Estado da Geórgia, Brad Raffensperger, anunciou que está iniciando várias investigações de grupos ou indivíduos que tentam registrar pessoas de forma fraudulenta para votar antes do segundo turno do Senado estadual.

O grupo da democrata Stacey Abrams, The New Georgia Project, fundado em 2014, tentou registrar o próprio filho morto de Brad Raffensperger para votar, relatou a WGXA.

“Aqui está algo que chegou em minha casa ontem, nós recebemos três deles, todos da mesma organização e é para meu filho, Brenton J. Raffensperger, que faleceu há dois anos”, disse o Secretário de Estado .

Raffensperger disse que as cartas solicitando que uma pessoa falecida votasse são provas de que organizações terceirizadas de registro de eleitores estão promovendo o voto ilegal.

Uma investigação sobre as atividades dos grupos ‘The New Georgia Project’, ‘America Votes’ e ‘Vote Forward’ está em andamento.

“Não se engane, os indivíduos que tentarem minar a integridade das eleições da Geórgia serão investigados e processados ​​em toda a extensão da lei”, disse o Secretário Raffensperger. “Aqueles que se mudam para a Geórgia apenas para votar no segundo turno do Senado, sem intenção de ficar, estão cometendo um crime que é punível com pena de prisão e multas pesadas. Eles serão encontrados, serão investigados e serão punidos.”

E Raffensperger advertiu as pessoas contra violar as regras de votação.

“Deixe-me avisar a qualquer um que tente fazer mal às eleições: se você participar ilegalmente de nossas eleições, poderá passar muito mais tempo na Geórgia do que planejava”, escreveu o Secretário de Estado da GA, Brad Raffensperger.

Let me warn anyone attempting election mischief: If you illegally participate in our elections, you might be spending a lot more time in Georgia than you planned.https://t.co/M8834MpOlf https://t.co/XLfrSeEz1c

— GA Secretary of State Brad Raffensperger (@GaSecofState) November 13, 2020

“Emiti avisos claros várias vezes a grupos e indivíduos que trabalham para minar a integridade das eleições na Geórgia por meio de registros falsos e fraudulentos”, disse ele. “A segurança das eleições da Geórgia é de extrema importância.”

O registro falso no estado da Geórgia é um crime e as penas incluem 1 e 10 anos de prisão e / ou multa de até $ 100.000.

Desde novembro, moradores da Geórgia e pessoas nos Estados Unidos dizem ter recebido solicitações de registro de eleitor do ‘The New Georgia Project’ dirigidas a não-residentes da Geórgia e a pessoas que já faleceram.

Um residente do condado de Fulton revelou que 5 cartões postais, solicitando o registro “para a mesma pessoa morta”, vieram do ‘The New Georgia Project’. Um residente do condado de Cherokee recebeu um cartão de eleitor da mesma organização para seu cônjuge, que não é eleitor qualificado.

Outro indivíduo disse que o ‘The New Georgia Project’ enviou uma solicitação para sua filha, que não está qualificada para votar no estado da Geórgia, enquanto um quarto reclamante disse que um “pacote de cartões postais” do The New Georgia Project chegou à sua residência, na cidade de Nova York. Os cartões encorajaram os eleitores a participarem do segundo turno do Senado da Geórgia.

Outra tentativa chocante de comprometer o sistema de votação veio da Operação ‘New Voter Registration Georgia’, que encorajou os alunos não-qualificados de Emory a se registrar para votar no segundo turno, de 5 de janeiro. Uma carta da organização avisou aos alunos que sua “residência atual pode ser outro estado. Você está simplesmente mudando seu estado de residência agora; e ele pode ser alterado novamente para futuras eleições (sua opção).”

Raffensperger declarou que há provas tangíveis de fraude eleitoral e uma investigação está em andamento.

“Recebemos provas específicas de que esses grupos solicitaram registros eleitorais de indivíduos inelegíveis que faleceram ou vivem fora do estado”, disse ele. “Vou investigar essas alegações minuciosamente e tomar medidas contra qualquer pessoa que tente prejudicar nossas eleições.”

Fonte: conexaopolitica.com.br/mundo/grupo-de-eleitores-democratas-tenta-registrar-filho-morto-do-secretario-de-estado-da-georgia-para-votacao-do-segundo-turno-levando-a-varias-investigacoes/?utm_source=rss&utm_medium=rss&utm_campaign=grupo-de-eleitores-democratas-tenta-registrar-filho-morto-do-secretario-de-estado-da-georgia-para-votacao-do-segundo-turno-levando-a-varias-investigacoes

- Advertisement -
- Advertisement -

Stay Connected

16,985FansLike
2,458FollowersFollow
61,453SubscribersSubscribe

Must Read

- Advertisement -

Related News

- Advertisement -